quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Vingança e Livramento - Provérbios 20:22

By David Castillo Dominici - FreeDigitalPhotos.net
Muitas vezes Jesus pregou ao ar livre, enquanto os soldados romanos em destacamentos transitavam para lá e para cá sob a bandeira dos conquistadores. Era patente a irritação dos Judeus ao deparar-se com os soldados, lembrando que a glória de Israel se fora, e agora, sob novas leis civis, os orgulhosos judeus deveriam prestar obrigatoriamente serviços humilhantes a qualquer romano que os abordasse.

Percebendo o contexto Jesus disse: "Não resistais ao homem mau; mas a qualquer que te dá na face direita, volta-lhe também a outra" (Mateus 5:39). A perplexidade tomava conta daqueles que O ouviam, pois esperavam um Messias cheio de ira contra os inimigos do povo de Deus e por isso duvidavam de que esse homem fosse o Libertador. Eles esperavam que o ódio que sentiam fosse partilhado e potencializado nAquele que viria para livrar Israel.

Mas o verdadeiro inimigo de Jesus não é contado entre os homens. Na Terra Ele veio para cumprir a lei de amor a Deus e ao próximo, quer seja judeu, quer seja romano. O que foi ouvido com espanto por seu próprio povo era apenas a verdade eterna contida nas Escrituras sagradas desde o Velho Testamento, como se vê em Provérbios 20:22 - "Não digas vingar-me-ei do mal, espera pelo Senhor e Ele te livrará".

A fé na graça poderosa de Jesus Cristo faz com que a mesma verdade vivida por Ele, seja reproduzida em seus fiéis. Devemos amar os inimigos, e bendizer os que nos maldizem. A vingança será executada por aquele que é Justo. A libertação já pode ser fruída a partir de agora, num coração que é livre para amar, como Jesus amou.

Materiais disponíveis
  1. Melodia na Playlist para ouvir online;
  2. Download da letra cifrada e partitura em pdf;
  3. Download da melodia em mp3.
Classificação
  • Execução fácil
  • Duração curta



quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Como um Cordeiro - Isaías 53

By ponsulak - FreeDigitalPhotos.net
Isaías 53 é uma das mais lindas profecias messiânicas das Escrituras.
Desde a queda do homem, Deus não deixou a raça humana entregue `a desesperança, como cativo num campo de concentração inimigo. Ele forneceu mensagens concernentes à limitação do poder do Diabo e do livramento próximo. Desde o Gênesis (3:15) até o Apocalipse, vemos o Messias cuidando e livrando os cativos.

Quando Cristo veio, no entanto, não foi reconhecido. O povo chamado pelo Seu Nome, não conseguiu identificar as descrições do Messias vindouro com as características, caráter e missão dAquele que os visitou. O Redentor foi vítima de maus tratos e morte por parte daqueles que deviam anunciar ao mundo que "ESTE É NOSSO DEUS A QUEM AGUARDÁVAMOS".

A cegueira espiritual foi provocada por uma falsa expectativa. Os líderes israelitas almejavam glória e poder para Israel e para si mesmos, então liam as Escrituras para acomodá-las ao seu próprio pensamento. Adotaram as descrições do Salvador como guerreiro vitorioso, desgruindo os inimigos e implantando um reino superno. Paulo foi um dos fariseus que compreendeu o grande engano. Antes de mostrar-Se como Príncipe dos Exércitos, era necessário que o Salvador viesse como os cordeirinhos que eram diariamente sacrificados nos serviços do santuário terrestre. Pelas Escrituras Sagradas, Paulo demonstrou o que estava escrito sobre a Pessoa e obra do Salvador. Também sobre o plano da salvação: "convinha que o Cristo padecesse e ressucitasse dos mortos" (Atos17:3). Seguem-se algumas passagens que provavelmente ele usou: Miquéias 51; Isaías 50:6; Salmos 22:6-8, 17-18; Salmos 68:8-9, 20; Zacarías 13:6; Salmos 16:9-10.

Todo o capítulo 53 de Isaías fala a respeito do Messias em Seu primeiro advento muito antes de Sua visitação. Agora, ao aproximar-se o segundo advento de Cristo, o nosso Justo Juiz, esperamos que Seu povo possa compreender a revelação profética contida nas mesmas Escrituras a fim de preparar-se para o encontro com o seu Deus.

Materiais disponíveis
  1. Melodia na Playlist para ouvir online;
  2. Download da letra cifrada e partitura em pdf;
  3. Download da melodia em mp3.

Classificação
  • Execução Difícil
  • Duração Longa