domingo, 16 de dezembro de 2012

A Sentinela Espera pela Manhã - Salmo 130:6 e 7


Estes versos retratam a mais pura esperança do cristão: almejar o Senhor mais do que qualquer outra coisa na vida.
Os materiais encontram-se no final da publicação.




No tempo em que o verso foi escrito, as cidades importantes eram muradas e guardadas por sentinelas sobre o muro. Durante a noite, quando tudo parece estar dormindo e os sons noturnos de grilos e sapos parecem uma cantiga de ninar, as sentinelas precisam estar em guarda apesar de ser mais difícil manter vigília; afinal, este é o período mais perigoso caso se sofra um ataque furtivo do inimigo. O que pode acontecer se o inimigo encontrar a cidade dormindo e o sentinela também? Quem avisa o exército? Quem pede socorro?

Assim acontece em nossa vida. Precisamos estar alertas neste tempo que é a noite da história terrestre. Não devemos arriscar dormir e ser pegos de surpresa. 

No final da última vigília da noite, o sentinela encontra-se cansado e com sono, esperando a troca de turno. Ele almeja a chegada da manhã para poder descansar no conforto de sua casa, junto aos seus queridos.

Salmo 130:6 e 7 expressa que, ainda mais do que as sentinelas esperam pela manhã, o salmista espera pelo seu Deus e chama a casa Israel a por sua esperança no Senhor de sua redenção, Aquele cujo amor é leal.

No dia em que o amanhecer for a presença do próprio Jesus com os redimidos em glória, poderemos enfim descansar em paz! Isso fala muito profundamente ao meu coração. Espero que seja benéfico para sua vida também.

O trecho é relativamente curto e simples. Duas boas características para quem tem pressa em decorar a Palavra. Bíblia Melódica coloca à disposição, além do vídeo acima, os seguintes materiais:

(1) Registro da melodia na "Playlist" (música 5) do Blog para ouvir online;

Ponha sua esperança no Senhor, ó Israel! Ele é no nosso socorro, a nossa manhã,  o nosso descanso e nosso futuro lar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário